OGUM - O GUERREIRO PROTETOR

 

 

"Senhor das estradas, da guerra, das lutas e batalhas do nosso dia-a-dia, protetor de quem vai a luta, é o soldado e executor das leis divinas".

  • Dia da semana:                                 Terça-feira.
  • Saudação:                                          Ogum ê.
  • Sincretismo:                                       Em São Paulo é São Jorge -    23/04 e na Bahia é Santo Antônio - 13/06.
  • Cores:                                                Vermelho (umbanda) azul marinho (candomblé).
  • Símbolos:                                           Espada, lança.
  • Onde recebe oferendas:                    Nas estradas e estradas de ferro
  • Principais oferendas:                         Charuto, rosas vermelhas, suas bebidas e comidas.
  • Bebida:                                                Cerveja Branca.
  • Elemento:                                             Fogo.
  • Algumas Ervas:                                    Espada de São Jorge, Abre caminho, Arruda, Folha de Seringueira.
  • Animal:                                                  Cachorro.
  • Domínio:                                                Caminho, estradas, tudo que é feito com ferro.
  • O que faz:                                              Abre caminhos, executa a lei.

 

  • Características:                                      Impulsivo, guerreiro, líder, intolerante.

UM ITÃ
Em Ifé, todos viviam em igualdade. Todos plantavam e caçavam. Porém suas ferramentas e armas eram frágeis, feitos com madeira ou metal mole.
Com o aumento da população em Ifé, começou a faltar comida, e então todos os Orixás se reuniram para decidir como desmatar o campo para aumentar a plantação.
Ossain foi o primeiro Orixá a tentar desmatar o campo, porém, suas frágeis ferramentas impediram seu sucesso. E assim foi com todos os Orixás.

Ogum, que conhecia o segredo do ferro, até então não havia se manifestado, e quando percebeu o fracasso dos Orixás, pegou seu facão e desmatou todo o campo.
Isso por muito tempo trouxe muita inveja aos outros Orixás pelo benefício
que o ferro trazia não só a plantação, mas como também para a caça e a guerra.
Os Orixás ofereceram o reinado de Ifé para Ogum em troca do segredo do ferro. Ogum aceitou a proposta.
Os humanos também procuraram Ogum, e esse lhes ensinou o segredo da forja. Até que chegou o dia em que todos tinham sua lança de ferro.
Apesar de Rei, Ogum era um caçador.Certa ocasião saiu para caçar e passou muito tempo fora, e quando voltou estava todo sujo e maltrapilho, e então os Orixás o destituíram do reinado. Ogum se decepcionou com os Orixás.
Ogum banhou-se, vestiu-se com folhas de palmeiras desfiadas pegou suas armas e partiu.
Bem distante dali, em Irê, Ogum construiu sua casa, embaixo de uma árvore de acocô, e lá ficou.
Os humanos que nunca esqueceram que foi Ogum quem lhes ensinou o segredo do ferro, ainda hoje celebram e louvam esse grandioso Orixá guerreiro.

____________________________________________

Textos extraídos do livro
"CARMA - AQUILO QUE DEIXAMOS DE FAZER"
Todos os direitos reservados - all rights reserved

Contato

FUCESP - Federação de Umbanda e Candomblé do Estado de São Paulo

CORRESPONDÊNCIA somente para o Escritório em S.Caetano do Sul:
Rua Manoel Coelho, 500 - 12º andar - sala 1.210 - cep: 09510-101 - São Caetano do Sul - SP.

TEMPLO / CURSOS
Alameda Iaiá, 79 - Gopouva - Guarulhos - SP - cep: 07060-000

11 - 9 8495-2098 (TIM)
11 - 9 9937-1770 (VIVO)
11 - 4221-8165 (Pai Salun)